Mulher feliz com balão na mão ao ter autocuidado na maternidade

Autocuidado na maternidade fora do Brasil

5
(6)

Quando penso em autocuidado na maternidade, a primeira imagem que me vem à cabeça é de uma mulher sentada confortavelmente numa poltrona. Ela toma seu chá e lê um bom livro, sem nenhuma preocupação em mente.

Mulher lendo livro sentada no sofá como forma de autocuidado

Um momento de paz para uma mãe, mas que pode se desfazer assim
que as crianças (e o marido) chegam
Foto de Joseph Redfield no Pexels

Mas rapidamente esse panorama idílico se desfaz: vejo crianças entrando na sala e cobrando atenção, o livro sendo colocado de lado, o chá esfriando. Essa segunda imagem é mais próxima da realidade de praticamente todas as mães. Especialmente as que encaram, junto à família, uma mudança de país, saindo de sua zona de conforto e deixando para traz boa parte de sua rede de apoio.

Como definir autocuidado materno?

“O autocuidado compreende todas as ações e decisões que uma pessoa toma para manter e melhorar sua saúde; para prevenir, diagnosticar e tratar sua enfermidade, e as decisões de utilizar tanto os sistemas de apoio formais de saúde como os informais”. 

Larry C. Coppard, pesquisador norte-americano

Lembrando que saúde não representa apenas exames de sangue normais ou ausência de dor, mas “um estado completo de bem-estar físico, mental e social”, nas palavras da própria Organização Mundial da Saúde (OMS). 


Mãe brinca com filha de tocar violão

É preciso reservar um momento para nós mesmas, nem que seja antes dos filhos acordarem
Foto de Alena Shekhovtcova no Pexels

No caso das mães, o autocuidado é quase tão difícil de definir quanto de ser colocado em prática. Afinal, bate de frente com uma característica quase inerente às mulheres que tem filhos: a dificuldade em se priorizar.

Nos acostumamos a deixar para depois nossas necessidades, em nome do bem-estar dos seres que geramos. Esquecemos que, reservando um momento para nós mesmas, não estamos sendo egoístas, estamos sim investindo em nossos corpos e almas para sermos mães ainda melhores. 

Leia também:  Saudades da vida no Brasil: dicas práticas

O autocuidado na maternidade expatriada

Uma mudança de país, por mais desejada e esperada que seja, é difícil para qualquer pessoa, especialmente quando envolve crianças e adolescentes. No esforço pela adaptação dos filhos à nova rotina e sociedade, as mulheres muitas vezes se veem afastadas do mercado de trabalho e, consequentemente, de sua liberdade financeira.

Além disso, na maioria dos casos, a família e os amigos estão distantes e demora-se para criar uma rede de apoio efetiva com a qual se possa dividir responsabilidades. 

Pensar em si mesma quando os holofotes parecem estar todos apontados para os outros pode ser bastante complicado.  Nesse caso, o desafio não é encontrar apenas tempo, mas, muitas vezes, novos significados de autocuidado.

De início, tantas novidades podem gerar bastante ansiedade e sofrimento. Também podem, entretanto, ser aproveitadas como uma oportunidade de autoconhecimento e acabar revelando novos talentos e aptidões.  

Amar a si mesma e sua nova realidade

Para exercer o autocuidado na maternidade necessitamos, primeiramente, lançar um olhar para dentro de nós mesmas em busca do que representa bem-estar.

É algo muito particular, mas aí vão algumas opções:

  • Alguns minutos de meditação antes das crianças acordarem
  • Uma tarde no salão de beleza enquanto os filhos estão na escola
  • Um bom vinho com o marido quando os pequenos já estão na cama
  • Aprender um novo idioma ou fazer um curso, presencial ou online, planejando o retorno ao mercado de trabalho

Após esta imersão, outro olhar deve ser lançado à família e ao contexto em que cada uma vive, adaptando as expectativas de autocuidado à própria realidade. Afinal, nenhum bem-estar é possível de ser atingido se for acompanhado de culpas ou frustrações.

Leia também:  Dicas para se preparar e amamentar sem problemas

Duas mãos brindando com taças de vinho

Aproveitar o momento após os filhos dormirem com o companheiro é
uma forma de autocuidado na maternidade
Foto de Skitterphoto no Pexels

Por exemplo: de nada adianta planejar uma viagem sem filhos mas continuar se preocupando com a dinâmica da casa. Imagina uma semana de férias com as amigas em Paris e, ao invés de aproveitar os encantos da cidade luz, a mulher liga para o marido o tempo todo (ou é ele quem a incomoda)?  

É também contraproducente esperar que tudo seja igual ao Brasil ou a outro país onde se morou anteriormente. Buscar prazer no que se está vivendo agora, além de representar um cuidado consigo própria, contribui para uma adaptação mais rápida e eficaz da família inteira.

Foco no que é possível, e não no perfeito

É também importante evitar comparações com outras pessoas, expatriadas ou não – principalmente as das redes sociais, como o Instagram. Você não sabe os bastidores da vida daquela mãe linda, organizada e bem empregada que você vê nas redes sociais ou o quanto ela batalhou para atingir essa suposta plenitude.  

Mulher feliz no computador

Foto de Humphrey Muleba no Pexels

Outro ponto é compreender que, por mais que se atinja uma rotina, nem sempre tudo vai dar certo ou sair como o planejado. Nossos desejos e necessidades mudam o tempo todo, assim como os das pessoas com quem convivemos, especialmente em se tratando de bebês e crianças. O autocuidado materno deve passar por adaptação constante para não acabar sendo relegado ao esquecimento.  

E você, já encontrou o equilíbrio entre a família e o autocuidado? Conte para nós nos comentários.


Queremos saber o quanto esse artigo foi útil pra você!

Por favor, deixe sua avaliação.

Resultado 5 / 5. Número de votos: 6

Seja o primeiro a avaliar...

Nós lamentamos muito que você não está satisfeita com o artigo.

Ajude-nos a escrever artigos mais úteis e informativos!

Por favor, deixe sua sugestão em como melhorar esse artigo.



Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.